quarta-feira, 20 de março de 2019

BRASIL PERDERÁ CERTIFICADO DE PAÍS LIVRE DO SARAMPO



O Brasil vai perder o certificado de eliminação do sarampo. O Ministério da Saúde confirmou um caso da doença no dia 23 de fevereiro, completando, assim, mais de um ano de transmissão sustentada da doença no País. Em comunicado oficial encaminhado à Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS), o governo informa que irá colocar em prática um plano para recuperar o título de país livre da doença, concedido em 2016. Entre as medidas analisadas estão a ampliação do turno de postos de saúde e a exigência da carteira de vacinação no momento da matrícula das crianças em escolas. A Organização Pan-Americana de Saúde avalia que a perda do certificado deverá ocorrer dentro de duas semanas.

O retorno do sarampo no País teve início no ano passado. Os primeiros casos foram registrados na região Norte, que recebeu um grande número de refugiados da Venezuela, país que já enfrentava um surto da doença. Especialistas são unânimes, no entanto, em afirmar que, se a vacinação da população brasileira fosse adequada, não haveria condições de o ciclo da doença se estabelecer. Mas a região Norte, como boa parte do País, apresentava uma cobertura vacinal baixa contra a doença. Com a população suscetível e a circulação do vírus, havia condições propícias para o início de um surto do sarampo. Foi o que ocorreu. Durante 2018, foram confirmados 10.326 casos da doença. O pico foi registrado em julho, com 3.950 infecções constatadas.

Quando tomou posse no cargo de ministro, Mandetta anunciou a criação de terceiro turno nas unidades de saúde, justamente para atender pais e mães que trabalham e não têm como levar seus filhos no horário comercial. De acordo com a equipe de Mandetta, a mudança deverá ser colocada em prática num curto período de tempo.


(Diário de Pernambuco)

REMÉDIOS VÃO FICAR MAIS CAROS A PARTIR DE ABRIL


Os medicamentos vão ficar mais caros a partir do dia primeiro de abril. De acordo com a Federação Brasileira das Redes Associativistas e Independentes de Farmácias (Febrapar), o reajuste anual será de 4,33%, uma média da inflação mais a produtividade do setor farmacêutico. O cálculo foi baseado no Fator de Ajuste de Preços Relativos Entre Setores (Fator Y), fixado em 0,443% pela Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos, do Ministério da Saúde, e publicado no Diário Oficial da União (DOU) da última segunda-feira.

O índice oficial será divulgado pelo Ministério da Saúde até o próximo dia 31 de março, também pelo DOU. O presidente da Febrapar, Edson Tomascia, diz que o reajuste já estava previsto e engloba os custos da indústria farmacêutica desde o último aumento, em abril de 2018. “A base é a inflação mais a produtividade do ano. Com inflação baixa e crescimento baixo deve gerar impacto, mesmo abaixo da inflação do período como ocorreu nos últimos anos”, afirma.

O presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Produtos Farmacêuticos de Pernambuco (Sincofarma), Ozéas Gomes, afirma que os reajustes, nos últimos cinco anos, não representam as despesas que sobem, anualmente, sempre acima da inflação. “Salários dos funcionários, luz, água, impostos, e outras despesas fixas, sobem cerca de 10% por ano”, justifica. Segundo Gomes, o impacto é ainda maior em Pernambuco, onde 75% das 3.000 farmácias representadas pelo Sincofarma são micro ou pequenas empresas.

Os cálculos para o aumento de 2019, segundo o Ministério da Saúde, seguem os critérios usados a partir de 2015, a fim de melhor adequar o índice à realidade do mercado farmacêutico, favorecendo a concorrência. "A fórmula de cálculo, aprovada por consulta pública, garante maior transparência, por detalhar toda metodologia de cálculo do ajuste; maior segurança, por utilizar apenas fontes oficiais e públicas; maior previsibilidade, por determinar datas de divulgação dos fatores; e maior racionalidade, por estimar com maior precisão a concorrência de mercado e por usar fontes que refletem melhor todo o mercado brasileiro de medicamentos".

Por; Etiene Ramos Folha PE

terça-feira, 19 de março de 2019

REFORMA DA PREVIDÊNCIA PERDEU VELOCIDADE NO CONGRESSO, DIZ HUMBERTO COSTA


Na avaliação do líder do PT no Senado, Humberto Costa (PE), é a de que a Reforma da Previdência é a injustiça do projeto com os mais pobres e a posição contrária dos governadores do Nordeste ao teor da proposta devem levar o projeto a naufragar ainda na Câmara dos Deputados. "Do jeito que está, isso não passa. É inaceitável o que querem fazer aos mais pobres, estabelecendo menos da metade de um mínimo para os idosos com 60 anos, o que querem fazer aos trabalhadores rurais, às mulheres, aos professores", afirma Humberto.

Para Humberto, a proposta do Governo Bolsonaro leva, os mais pobres a trabalharem, em média, cerca de 11 anos a mais que do trabalhadores de classe média, que começam as atividades mais tarde, por exemplo. “Os mais pobres, normalmente, começam a trabalhar mais cedo, muitas vezes em empregos que demandam mais, inclusive fisicamente. Mas vão ter de cumprir um tempo excessivo de idade e contribuição para receberem a integralidade do benefício ao fim da vida. Isso leva os mais pobres a trabalharem 30% mais do que um trabalhador da classe média”, afirmou o senador.

De acordo com o projeto, o trabalhador precisará contribuir por 40 anos para ter direito à aposentadoria integral, além de ter que cumprir a idade mínima de 62 anos para mulheres e 65 anos para homens. “A Reforma da Previdência é um projeto cheio de distorções, que aprofunda as desigualdades já existentes no país e que foi produzido sem qualquer diálogo com a sociedade”, disse Humberto.

Para o senador, a proposta encontra muita resistência no Congresso Nacional. “O governo não terá vida fácil com essa proposta. Até mesmo dentro de sua base, há parlamentares contrários à medida. A sociedade civil também já está começando a se mobilizar para derrubar essa reforma. Não vamos permitir que esse retrocesso seja aprovado no Congresso. Estamos unindo forças e vamos seguir na luta.”

(Blog da Folha)

BATISTA LIMA FAZ SHOW EM CAPOEIRAS NESTA TERÇA-FEIRA, ENCERRANDO A FESTA DE SÃO JOSÉ 2019


O cantor e compositor Batista Lima, fará Show gospel nesta terça-feira dia (19) em Capoeiras, encerrando a festa de São José 2019, o Show é uma realização da paróquia de São José em parceria com o governo municipal de Capoeiras. mesmo sendo um dia de semana Capoeiras devera receber um grande número de pessoas, pelo porte da atração.

Batista Lima por muitos anos brilhou nos palcos com a Bande de Forró Limão com Mel, desde 2015, depois de 20 anos sendo o vocalista principal, deixou a banda para seguir carreira solo e se dedicar a musica gospel.

domingo, 17 de março de 2019

VEREADOR É MORTO A TIROS NA TARDE DESTE DOMINGO EM FLORESTA


O vereador Beto Souza (PSDB), da cidade de Floresta, Sertão de Pernambuco, foi morto a tiros no início da tarde deste domingo (17). O político sofreu uma emboscada na Fazenda Tabuado, na zona rural da cidade, onde o irmão dele. Beto Souza tinha 51 anos e era vereador do município há 18 anos, sendo duas vezes presidente do legislativo. Desde o final do ano passado, ele era tido como pré-candidato a prefeito da cidade. A esposa dele faleceu de câncer há cerca de um mês.
Segundo informações preliminares, por volta das 13h, a vítima teria descido do veículo dele para falar com populares quando um carro modelo Toyota Corolla, de cor preta, encostou ao lado e dois suspeitos atiraram várias vezes contra o vereador. Beto chegou a ser socorrido para o Hospital Municipal de Floresta ainda respirando, mas faleceu no local. Um amigo de Beto, conhecido como Duda, também foi atingido e morreu.
Em 2017, Beto descobriu um plano para matá-lo. Ele seria vítima de uma emboscada quando se fosse votar na eleição para presidente da União dos Vereadores de Pernambuco (UVP), em Bonito, mas conseguiu escapar ileso.
Briga entre famílias causou várias mortes
Há mais de 100 anos, a cidade de Floresta é palco de confrontos envolvendo famílias rivais. As famílias Ferraz e Novaes disputam o poder no município desde 1913. Muitas mortes e episódios de violência marcam a rixa entre os dois clãs. A situação chegou ao ponto em que a Justiça proibiu os motociclistas de usarem capacetes na cidade, para que evitar que criminosos pudessem cometer crimes sem serem identificados.
A última vítima da guerra entre as famílias foi o ex-secretário de Administração da cidade, Fernando Cavalcanti Ribeiro. Ele foi assassinado no dia 22 de dezembro de 2017, no bairro da Madalena, na Zona Oeste do Recife. Fernando foi morto a tiros na Rua Lopes de Carvalho, a cerca de 10 metros do prédio onde morava. A vítima atravessava a rua quando foi surpreendida por dois homens de moto, que efetuaram vários disparos. Ele teria ligações com a família Novaes.
Fonte: (Portal OP9)

JOSIVALDO SIQUEIRA RECEBE A VISITA DO DEPUTADO FEDERAL FERNANDO RODOLFO


O contador Josivaldo Siqueira recebeu em sua residência, na noite deste sábado, a visita do deputado federal Fernando Rodolfo (PR), na oportunidade foi discutido os cenários político nacional, estadual e local, no cenário local foi tratado de diversos assuntos visando as eleições municipais de 2020 e a formação do grupo "A NOVA POLÍTICA" que pode vir disputar a eleição, se opondo como terceira via, tendo em vista que a população está cansada da velha politica e dos políticos tradicionais. O deputado depois de ouvir alguns integrantes do grupo ficou muito entusiasmado com a ideia e com a forma que o grupo pretende fazer a política, se dispondo ajudar no que for possível na viabilização da nova força política que surge em Capoeiras.

A visita do deputado federal Fernando Rodolfo, vem a reforçar o grupo "A NOVA POLÍTICA", conforme anunciado por Josivaldo Siqueira em outras matérias. Mostrando a solidez do grupo, e em conversa com o mesmo já se articula o apoio de um Deputado Estadual, tendo 3 nomes em vista que já manteve contato e está sendo analisado pelo grupo qual se encaixa melhor dentro do perfil.

Logo após a conversa, o deputado junto com Josivaldo, integrantes do grupo, amigos e familiares se dirigiram até a praça João Borrego, onde acontecia o show do cantor Mano Waltar em comemoração a festa do padroeiro da cidade São José.

domingo, 10 de março de 2019

LOJA EXCLUSIVA EM PARANATAMA REALIZA UM BLACK FRIDAY NESTA SEGUNDA-FEIRA


Você não pode perder essa grande oportunidade, a Loja Exclusiva em Paranatama está realizando um Black Friday nesta segunda-feira, toda a loja com 50% de desconto, a vista e no cartão de crédito. Você não pode ficar de fora, preços nunca visto em Paranatama, estamos lhe esperando.

A promoção vai até acabar os estoques, a Loja Exclusiva fica localizada na rua Romarães N° 45 centro de Paranatama.

quinta-feira, 7 de março de 2019

INFRAERO DEVE FICAR SEM AEROPORTOS ATÉ 2022, ANUNCIA GOVERNO


Caso se concretizem os planos do governo, até 2022 a Infraero não administrará mais nenhum aeroporto. Para isso, aguarda apenas o resultado do próximo leilão de 12 terminais, que será feito na semana que vem. Logo em seguida, será apresentado um cronograma ousado de concessões, que reúne outros 42 aeroportos em duas etapas. Santos Dumont e Congonhas só farão parte da última rodada, pois a Infraero precisa das receitas desses aeroportos para se manter até o fim do processo.

Para a presidente da Infraero, Martha Seillier, a maior preocupação é garantir uma transição dos aeroportos para o setor privado sem criar problemas para os usuários. “O nosso foco é a prestação do serviço com qualidade. Não podemos ter, durante o período de transição, uma perda na qualidade. O ideal é que o passageiro nem perceba essa transição”, disse ao Globo.

CARNAVAL DÁ 12 DIAS DE RECESSO AOS DEPUTADOS E SENADORES



O Carnaval deu doze dias de “recesso” para deputados e senadores. Os parlamentares retomas as atividades apenas na próxima terça-feira (12), quando estão marcadas as próximas sessões deliberativas nas duas Casas. A última sessão foi na quarta-feira passada, dia 27 de fevereiro.
Na manhã desta quarta-feira de cinzas (6), o movimento no prédio do Congresso Nacional foi só do pessoal que cuida da troca do carpete do Salão Verde da Câmara dos Deputados e da lavagem do capete azul do Senado.
Nem a pressa para início da tramitação da reforma da Previdência, eleita prioridade no Executivo e Legislativo, fez com que sessões deliberativas fossem marcadas esta semana. Na quinta (7) e na sexta-feira (8), as sessões nas duas Casas são só de discurso, sem deliberações — o que quer dizer que os parlamentares que esticarem a folia não terão qualquer prejuízo no salário.
O presidente do Senado, Davi Alcolubre (DEM-AP), cumpre essa semana agenda no Amapá e só volta a Brasília na semana que vem. Já Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Câmara , também passa a quarta-feira fora de Brasília, mas a assessoria não informou se será assim o restante da semana.
Para os servidores da Câmara, o expediente hoje é normal, a partir do meio-dia. No Senado, por sua vez, o ponto facultativo e os servidores só devem voltar ao trabalho amanhã, conforme a Portaria 13/18, da primeira-secretaria da Casa.
(Agência Brasil)