quarta-feira, 28 de agosto de 2019

ESTIMATIVA DA POPULAÇÃO BRASILEIRA PASSA DE 210 MILHÕES, SEGUNDO IBGE


O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou nesta quarta-feira (28) as estimativas da população do Brasil. Pela data de referência de 1º de julho de 2019, o Brasil tem uma população total de 210.147.125 pessoas. Os dados relativos aos estados foram publicados na edição desta quarta do Diário Oficial da União.

Em 1º de julho do ano passado, o número era de 208.494.900. O crescimento absoluto da população em um ano foi de 1.652.225 pessoas, o que representa aumento de 0,79%.

O estado com a menor população continua a ser Roraima, que chegou a 605.761 pessoas, um crescimento de 5,06% frente os 576.568 registrados no ano passado. Amapá tem população de 845.731 pessoas e o Acre somou 881.935.

A maior população se encontra em São Paulo, com 45.919.049 pessoas, um aumento de 0,83% em relação aos 45.538.936 estimados há um ano. Minas Gerais tem uma estimativa de população de 21.168.791 pessoas e o Rio de Janeiro aparece em terceiro lugar, com 17.264.943.

(JC Online)

DE VIRADA, GRÊMIO VENCE PALMEIRAS E VAI ÀS SEMIFINAIS DA LIBERTADORES



Emoção até o fim! O Palmeiras lutou os 180 minutos, mas quem se classificou à semifinal da Copa Libertadores foi o Grêmio. De virada, o Tricolor venceu o Verdão por 2 a 1 pela segunda partida das quartas de final da competição, no Pacaembu, em São Paulo. Os donos da casa abriram o placar com Luiz Adriano, porém Everton e Allison reverteram a situação. O primeiro jogo acabou 1 a 0 para os paulistas, em Porto Alegre.  

Com o resultado, o time de Felipão deixou de ir à oitava semi de Libertadores em sua história (1961, 1968, 1971, 1999, 2000, 2001, 2018). Do outro lado, além de avançar à próxima fase, a equipe de Renato Gaúcho bateu mais uma marca. O Tricolor venceu pela primeira vez o Palmeiras no Pacaembu. O adversário vai sair do confronto entre Flamengo e Internacional, que acontece nesta quarta. 


Agora, os times voltam as suas atenções para o Campeonato Brasileiro. O Verdão enfrenta o Fla no domingo, às 16h, no Maracanã. No dia anterior, no sábado, o Grêmio visita o São Paulo, às 11h, no Morumbi. 

Por; Carlos Bandeira de Melo

terça-feira, 27 de agosto de 2019

BATATA DESCONSTRÓI AFIRMAÇÕES DE WASHINGTON CADETE


Sobre as colocações a meu respeito que o Dr. Washington Cadete fez em note enviada ao e blog de Roberto Almeida, gostaria de aproveitar o espaço e pontuar algumas observações. Confirmo que votei sim nas últimas eleições em Mendonça Filho e Bruno Araújo para senadores da República.  No entanto querer fazer qualquer alinhamento meu a Bolsonaro é uma grande mentira e tentativa de enganar a população. Todos sabem em Capoeiras que votei em Lula para presidente por duas vezes quando estava no mandato de prefeito de Capoeiras. E, na mesma ocasião o Dr. Washington Cadete votava no PSDB de Mário Covas, que ele tanto condena atualmente, assim como esse grupo de Capoeiras a quem ele se aliou votava em Fernando Collor de Mello, cassado por corrupção.

Nas últimas eleições eu votei em Geraldo Alckmin no primeiro turno, pois além de ser o mais preparado é com quem tenho alinhamento político e ideológico. Por falta de opção, no segundo turno votei no atual presidente em função de ser uma eleição plebiscitária. E hoje, como é do conhecimento de todos, sou um dos mais ferrenhos críticos do atual governo federal que no meu entender se apresentou como fascista, devendo ser repudiado por todos.

Não me parece razoável essa postura do Dr. Washington Cadete, já que se mostra incoerente com a sua trajetória política. Portanto, seria mais digno se o nobre advogado, ao invés de tentar enganar o povo de Capoeiras, viesse a público explicar melhor o que é que atualmente o une ao chamado “grupo do sindicato” e, em especial, ao ex-vereador Edgar Rodrigues, que lidera o referido grupo.

Dr. Washignton Cadete também não fala a verdade quando diz que o “grupo do sindicato” de Capoeiras votou em Arraes. Eles nunca votaram em Arraes. Aliás, em Capoeiras, só o nosso grupo votou em Miguel Arraes nas eleições de governador em 1986, na eleição para Deputado Federal em 1990 e na eleição para governador em 1994. O “grupo do sindicato”, a que ele se refere, nessa ocasião acusava Miguel Arraes de comunista e votou para Governador em José Múcio Monteiro (1986), Joaquim Francisco (1990) e Gustavo Krause (1994), todos estes filiados ao antigo PFL (atualmente Democratas), e para Deputado Federal em 1986, PASMEM, Edgar Rodrigues e toda a família votaram no saudoso José Mendonça Bezerra, pai do ex-ministro, ex-governador e ex-deputado federal Mendonça Filho, a quem tanto eles criticam atualmente.

Em 1998 nosso grupo votou para governador em Miguel Arraes, que perdeu as eleições, e esse chamado “grupo do sindicato” votou em Jarbas Vasconcelos que venceu as eleições se elegendo Governador e Mendonça Filho Vice-Governador. Além disso, também votaram no empresário e presidente da CNI, o ilustre senador Armando Monteiro, ao qual faço referências como um dos melhores senadores da história de Pernambuco, mas que nunca foi um político de esquerda. E, ainda, votaram, Dr. Washington e o “grupo do sindicato”, em Jorge Corte Real para Deputado Federal em 2014, grande empresário da área da construção civil, que definitivamente não se enquadra como de esquerda. Logo, é completamente equivocada e falsa afirmação do nobre advogado de que o grupo que ele defende seja de esquerda. Me parece que o que faz eles votarem à direita ou à esquerda é a conveniência política ou do poder econômico.

Atenciosamente;

CARLOS BATATA. (Ex-prefeito de Capoeiras)

SECRETÁRIO DE SAÚDE DE CAPOEIRAS DIVULGA NOTA DE RESPOSTA A BATATA

Confira a nota na integra;

Nota de Esclarecimento
O Secretário de Saúde do Município de Capoeiras, Cleber Ricardo Stamm Gewehr, vem prestar os devidos esclarecimentos a respeito de denuncias infundadas, feitas por um ex-prefeito do município e veiculadas por blogs da região.


Sobre a falta de atendimento e de transporte para paciente citada pelo ex-prefeito, o secretário apurou junto aos familiares e aos servidores do hospital municipal, que a mesma não chegou a ser atendida na unidade hospitalar do município. A paciente foi diretamente ao município vizinho onde foi atendida e transferida.


O ex-prefeito se utiliza da ocasião do falecimento de uma munícipe, na tentativa de denegrir a imagem da gestão da Prefeita Neide Reino e do secretário de saúde. Contudo, a população capoeirense sabe o quanto o município se destaca positivamente na área de saúde, inclusive servindo de referência para cidades circunvizinhas.


Acreditamos que o denunciante, não conhecendo o dia-a-dia do município, já que não mora aqui e só aparece em tempos de política, não tem conhecimento de todo o trabalho desenvolvido durante a gestão de Neide Reino, como: Aquisição de ambulâncias, reforma do hospital municipal, reformas e ampliações das 7 unidades básicas de saúde, implantação de laboratório municipal, enfim, nunca o município foi tão bem atendido na saúde, quanto nesta gestão.


O ex-prefeito também acusa o secretário de ser empresário em uma clínica onde o prédio seria de sua propriedade e diz que por ser secretário de saúde não poderia ter empresa privada. Sobre o fato de ser empresário, Cleber esclarece que não há lei alguma que impeça um secretário de ter uma empresa privada e admite ser sócio de uma clínica, juntamente com um amigo, onde detém 50% do capital, porém o prédio onde funciona a mesma é alugado e o contrato de locação está devidamente registrado em cartório. Salienta ainda que a empresa não tem vínculo algum com a Prefeitura Municipal de Capoeiras, com quem não tem, nem nunca teve, nenhum tipo de contrato.


O Secretário salienta ainda que, qualquer pessoa que queira saber informações sobre a saúde do município, pode procurá-lo diariamente na secretaria de saúde. E alerta para que blogs e qualquer outro tipo mídia, prezando pela autenticidade e confiabilidade do que é noticiado, devem averiguar a veracidade dos fatos antes de publicá-los, no intuito de não difundir notícias falsas e sofrer possíveis sansões jurídicas.

BOLSONARO DIZ QUE VAI RECUSAR AJUDA DE R$ 83 MILHÕES DO G-7


O Palácio do Planalto informou na noite desta segunda-feira, 26, que rejeitará ajuda de US$ 20 milhões, equivalente a R$ 83 milhões, prometidos pelo G-7, o grupo de países mais ricos do mundo, para auxiliar no combate a incêndios na Amazônia.

O Planalto não informou o motivo para recusar os valores. O presidente Jair Bolsonaro (PSL) e ministros têm dito que não há anormalidade nas queimadas e que países europeus tentam fragilizar a soberania do Brasil sobre a floresta. 

A informação do Planalto, no entanto, contradiz o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, que mais cedo disse que a ajuda do G7 era "bem-vinda". 

Bolsonaro voltou a se reunir nesta segunda com ministros para tratar dos incêndios na floresta. Após a conversa com o presidente, o ministro da Defesa, Fernando Azevedo disse que a situação na Amazônia está controlada e que cerca de 2.700 militares das Forças Armadas estão prontos para atuar na região.

Ainda nesta segunda, o governo teve novo embate com o presidente da França, Emmanuel Macron, que falou sobre conferir status internacional à floresta. "Sobre a Amazônia falam brasileiros e as Forças Armadas", rebateu o porta-voz da Presidência, general Rêgo Barros.

Por: (Agência estado)

PRÉ-CANDIDATA À VEREADORA NENA AMPLIA GRUPO DE CARLOS BATATA


Neste último final de semana, em Capoeiras, Batata se encontrou com várias pessoas e foi recebido casa da família de Nego da Rua do Quadro, que o recebeu juntamente com seus pais. Na oportunidade, convidou Josefa Germana, conhecida na cidade como NENA, para ser candidata a vereadora pelo grupo político da oposição.

Nena, é filha do agricultor Cícero Jerônimo e da dona de casa Damiana Ferreira Félix (Dona Damiana), que com muito esforço criaram 11 filhos. É uma feirante ativa de frutas e verduras em Capoeiras e Caetés. A família possui outros comerciantes, a exemplo de sua irmã Carla, que possui loja de roupas e lanchonete, e do próprio Nego, seu irmão, conhecido como Nego da Rua do Quadro, que é comerciante de bode e marchante. Mesmo com origem simples, Sr. Cícero e dona Damiana conseguiram formar outros filhos professores, matemático e psicólogo.

A família é de origem do Sítio Mucambo e ainda possuem agricultores no Sítio Boa Vista.

Durante a conversa, a recuperação da feira do município foi um dos temas abordados. O pré-candidato a prefeito Carlos Batata fez uma explanação do seu pensamento sobre o assunto, enfatizando a construção de um novo açougue, uma CEASA, a organização da feira do queijo e a isenção de qualquer taxa para os comerciantes de queijo, pois quem acaba pagando o imposto é o produtor. Além disso, também o incentivo aos feirantes de Capoeiras e da região com tarifas menores, vez que dada as dificuldades e a decadência da feira, alguns feirantes não conseguem nem o dinheiro do frete no retorno para as suas casas.

Também foi falado sobre a implantação da feira de confecções com roupas oriundas das fábricas da região da sulanca com preço justo e boa qualidade, com a finalidade de atrair compradores de todo o agreste.

Batata fez o convite e a pré-candidata a vereadora prontamente o aceitou, resolvendo fazer das suas plataformas de trabalho a intermediação entre todos os feirantes e o futuro governo municipal, inclusive com a ideia de propor a Associação dos Feirantes de Capoeiras.

Informações da assessoria de Batata.

PAULO CÂMARA ANUNCIA MUDANÇAS NA SUA EQUIPE DE GOVERNO


O governador Paulo Câmara definiu, nesta segunda-feira, mudanças na Casa Civil e na Secretaria de Administração. O secretário de Administração, José Neto, assume a Casa Civil no lugar de Nilton Mota, que vai para a Presidência da Pernambuco Participações Investimentos S/A (Perpart). No lugar de José Neto ficará a advogada Marília Raquel Simões Lins, que atualmente é secretária executiva na Administração.
Formado em Direito pela Universidade Federal de Pernambuco, José Neto é auditor do Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE-PE). No governo Eduardo Campos exerceu os cargos de secretário executivo de Administração de 2007 a 2009 e em 2010, titular da pasta. Do início de 2011 a março de 2014, ocupou o cargo de secretário executivo da Fazenda. De abril a dezembro de 2014 se tornou titular da Secretaria de Administração novamente. No primeiro governo Paulo Câmara foi chefe da Assessoria Especial e chefe de Gabinete de Governo. Desde janeiro de 2019 estava mais uma vez na Secretaria de Administração.
Marília Raquel Simões Lins é formada em Direito pela Universidade Católica de Pernambuco (Unicap).  Ela entrou na Secretaria de Administração do Estado (SAD) como estagiária em 1999 e chegou ao cargo de secretária entre abril e dezembro de 2018. Desde o início do ano era secretária executiva de pessoal da SAD e agora assume novamente a titularidade da pasta.
(Edmar Lyra)

segunda-feira, 26 de agosto de 2019

GOVERNO COMEÇA A PAGAR 13º DE APOSENTADOS E PENSIONISTAS DO INSS


O pagamento da primeira parcela do 13º salário para aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) começa nesta segunda-feira (26).

O depósito da gratificação será realizado na folha mensal de pagamentos do INSS, entre os dias 26 de agosto e 6 de setembro, seguindo o mesmo calendário dos benefícios de agosto.

Terão direito à primeira parcela cerca de 30 milhões de beneficiários, segundo o INSS. Essa liberação de recursos deve injetar cerca de R$ 21,9 bilhões na economia neste terceiro trimestre.

O abono anual é devido aos segurados da Previdência Social que tenham recebido ou estejam recebendo os benefícios, inclusive para segurado avulso, autônomo, equiparado a autônomo, empresário e facultativo.

A segunda parcela do 13º será paga junto com o benefício de novembro, a partir do dia 25 daquele mês.

Os valores serão depositados na conta corrente em que o segurado recebe o benefício mensal do INSS. E todos os aposentados e pensionistas do INSS têm, obrigatoriamente, uma conta aberta em banco para receber o seu benefício.

Fonte (G1)

sábado, 24 de agosto de 2019

ASSESSORIA DE CARLOS BATATA ENVIA NOTA SOBRE ESPECULAÇÕES NA OPOSIÇÃO DE CAPOEIRAS.


A respeito de algumas especulações existentes na política de Capoeiras a assessoria do ex-prefeito Carlos Batata informa que seu grupo da oposição está aberto a conversas com o propósito de se ampliar cada vez mais, a exemplo do que já vem acontecendo com a adesão do vereador Bruno da Ótica, do pré-candidato a vereador Márcio de Major e de várias outras lideranças, as quais no momento adequado virão a público para declarar seu apoio a Batata.

No entanto, para que haja qualquer tipo de conversa política, é necessário que aquelas lideranças que se dizem ser da oposição façam de fato oposição de verdade ao governo municipal e se coloquem publicamente contrárias à atual gestão desastrosa e ineficiente promovida pela atual prefeita.

Isso porque, no atual momento lideranças que vislumbram outra remota candidatura como sendo de “oposição”, ao mesmo tempo mantém conversas também com o grupo da prefeita no sentido de que ela retire a indicação de Nego do Mercado como seu pré-candidato (considerado “impopular e com dificuldades de emplacar”) para mais na frente obter o apoio da atual gestão. Essa gestão que nós, verdadeiramente oposição, tanto condenamos e combatemos.

Da mesma forma que, dentre essas lideranças, existem vereadoras que foram eleitas pela oposição, mas que precisam se posicionar publicamente, inclusive na tribuna da Câmara de Vereadores, contra a atual Administração, o que não vem acontecendo, à revelia dos milhares de capoeirenses que sofrem com a gestão inexistente dos serviços públicos no município.

Dessa forma, faz-se necessário que antes de qualquer conversa com o grupo da oposição, essas lideranças se coloquem e tomem atitudes verdadeiramente de oposição.

Assessoria do ex-prefeito Carlos Batata.