quarta-feira, 6 de fevereiro de 2019

EM PERNAMBUCO, 800 MIL ELEITORES TÊM PENDÊNCIAS COM A JUSTIÇA ELEITORAL


Dos cerca de 1,1 milhão de eleitores que não votaram nos dois turnos das eleições de 2018 em Pernambuco, cerca de 800 mil não justificaram a ausência nem pagaram a multa pelo não comparecimento às urnas. Os dados são do Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE).

Os eleitores que não ficarem quites com a Justiça Eleitoral podem ter transtornos no dia a dia. "Quem não regularizar a situação eleitoral pode ficar sem poder tirar passaportes, sem se matricular em universidades, além de ser possível não realizar concursos públicos ou ter problema junto ao CPF", afirma Marta Vaz, coordenadora da Central de Atendimento ao Eleitor da capital.

O título pode ser cancelado se o eleitor deixar de votar em três eleições seguidas e não justificar nem realizar o pagamento de multas. Desde o final de dezembro, quem não votou tem que pagar multas ao justificar.

O cidadão pode, ainda, verificar a situação eleitoral de momento e emitir o boleto para pagamento da multa também no site do TRE-PE. Eleitores que pagarem as multas devem retornar a um Cartório Eleitoral com o comprovante para confirmar a regularização.

(G1 Pernambuco)

Nenhum comentário:

Postar um comentário